Arquivo da tag: poesia

Clarice antes de nanar

Sei que Clarice is the new Paulo Coelho quase virou (ou virou) um tipo de autoajuda, citada incansavelmente nas redes sociais. Apesar disso, ela ainda vai fundo, muito além das daquelas frases esparsas jogadas na rede. Ainda não li o livro, … Continuar lendo

Publicado em Quase cult | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Escolas matam a criatividade?

Há um tempo atrás, durante a faculdade, eu havia assistido uma palestra de uma mulher que nem ao menos lembro o nome agora, mas lembro muito bem das coisas que ela falou. Dentre essas coisas, me marcou muito na fala … Continuar lendo

Publicado em Quase cult | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Círculo vicioso

O Rio de Janeiro é realmente um lugar inspirador entre outras coisas. Andando num ônibus, numa certa tarde, depois de voltar de um passeio na lagoa Rodrigo de Freitas reparei em um cartaz, colado no vidro, com o título de … Continuar lendo

Publicado em Quase cult | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

O que faz você feliz?

Dia desses vi novamente uma campanha dos supermercados Pão de açúcar que gostava muito. Era uma daquelas propagandas que marcam pelo bom gosto do texto pela aproximação da publicidade com a arte, neste caso da poesia. Fica claro a força … Continuar lendo

Publicado em Mundo publicitário | Marcado com , , , , | 1 Comentário