Meio “tanto faz”

Aqueles dias em que só a Sofia Coppola sabe explicar como você se sente:

Publicado em Vida real | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Carpark

: )

Publicado em animação | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Filme da vez: The Imposter

“…às vezes as pessoas estão preparadas a serem enganadas pelas outras…”
Frédéric Bourdin, O impostor

Frédéric Bourdin, O impostor

Em 1980 o Argelino Frédéric Bourdin, mesmo com um forte sotaque francês, conseguiu convencer uma família americana do estado do Texas, que ele era o desaparecido filho deles, Nicholas Barclay, sumido há 3 anos.

Esse foi um dos maiores golpes no curriculum do impostor que assumiu outras 40 identidades falsas na sua carreira.

Essa é a história do documentário The Imposter, que mostra como Frédéric, mesmo não sendo loiro, mesmo sendo mais velho, mesmo não tendo olhos azuis, mesmo estando na Espanha e nem ao menos sendo americano, consegue convencer a todos da família, com uma história fantástica que ele era Nicholas, o filho adolescente desaparecido.

O documentário – que mescla depoimentos de toda a família e do real impostor com encenações dos fatos – é narrado de uma forma muito instigante e mostra todo o processo de construção da farsa de Frédéric, além de levantar grandes suspeitas sobre o desaparecimento do adolescente americano ainda não encontrado.

O argelino, que figura na lista dos 10 maiores falsários da história, depois de cumprir sua pena na prisão, vive hoje em Paris com sua mulher e 3 filhos.

Se você acha que  a história de Frank Abagnale Jr., (inspiração para o filme Prenda-me se for capaz) falsificador que praticou golpes milionários e se tornou o ladrão de banco mais bem-sucedido da história dos EUA  com apenas 17 anos, era incrível, veja The Imposter e me fale.

Achei foda.

Publicado em Quase cult | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Curta Zumbis

Pensa numa seleção com vários curtas muito legais sobre a temática dos zumbis. Pensou?

Foi o que eu achei fuçando esse blog sobre cinema aqui (lista completa também tá aí).

Entre todos, achei esses os mais fodas; seja pela narrativa, pelo humor, pelos efeitos ou pela fotografia.

2 Hours [Michael Ballif, 2013]
Cargo [Ben Howling, Yolanda Ramke, 2013]
Fist of Jesus  [David Muñoz & Adrían Cardona, 2012]
Publicado em Quase cult | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Toparia?

Se você perguntar a 100 pessoas se farão sexo com você, pelo menos uma dirá sim.

Archduke Franz Ferdinand

A frase acima serve pra ilustrar o (no mínimo) engraçado vídeo que se diz um experimento social, no qual, uma mulher aborda vários homens com a já mencionada proposta de sexo. Logo abaixo, a mesma situação com um homem como proponente.

 

 

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Arte e música

Pra quem curte música, referências e artes: 70 million do Hold your Horses.

Aperte o play e dê uma viajada pela história da arte.

… e no vídeo abaixo você pode conferir o clipe com as obras originais;

Publicado em Quase cult | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

#Vemprarua

Quando eu subi as escadas rolantes do metrô da Uruguaiana a primeira imagem que eu vi foi um helicóptero voando entre os prédios e alguns papéis picados caindo lá de cima.
Foi cena de filme.
O coração disparado e apreensivo pelo que eu iria encontrar fez a escada subir em slow motion.
Aos poucos uma multidão de branco, alguns com flores e a maioria com cartazes, se revelou da Uruguaiana até a Candelária.

Foi na Presidente Vargas; na Rio Branco até o Teatro Municipal.

Num momento me perdi em um monte de pensamentos e sensações. A princípio tive medo; depois não sei mais explicar.
Continuou a chover papéis picados;

Piscavam as luzes de alguns prédios em apoio; projetaram frases que a multidão gritava em um outro edifício.
Só se ouvia “VEM PRA RUA”, gritado aos berros para os espectadores nos prédios de uma das maiores avenidas da grande capital.
“Cabral, VAI TOMAR NO CU”
Cheguei arrepiado e me arrepio até agora, horas depois.

O resto é tudo o que eu não posso explicar.

1003673_10200128020466410_1938825015_n 20130617_184547 20130617_183957

 

20130617_195247

Publicado em Vida real | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário